NOVIDADE

O esporte no contexto social: da identidade nacional à transformação de atletas em mercadoria

22

Out

2013


Por Leidiane Vieira


O esporte passou por relevantes transformações juntamente com o desenvolvimento das sociedades modernas e os movimentos gerados pela globalização. Apesar disso, a prática esportiva sempre esteve essencialmente atrelada à idéia de identidade nacional. Isso pode ser claramente percebido pelo fato de os atletas e equipes carregarem em seus corpos símbolos do país ao qual pertencem. Geralmente, as cores da bandeira nacional estão, de alguma forma, ligadas a esses esportistas. Dessa forma, eles representam a nação que os abriga em competições que acontecem em diversas partes do mundo. Assim, esses atletas que participam de competições de alto rendimento em outros países estão defendendo uma comunidade.


Neste sentido, o esporte é um dos componentes que demarca a identidade nacional de um país. O Brasil, por exemplo, é ligado á imagem do futebol. Como defende Roberto DaMatta, neste país, o futebol é um instrumento de comunicação social e de construção da identidade nacional. (1982, p. 28) Já os Estados Unidos, para citar outro exemplo, estão mais ligados ao basquete e, principalmente, ao futebol americano.


De certa maneira, o esporte acaba servindo como um espaço onde os países podem demonstrar sua potência. Na época da Guerra Fria, Estados Unidos e Rússia disputavam entre si qual nação conquistava o maior número de medalhas. Dessa maneira, o esporte se atrelava ao poderio militar econômico e político para constituir a influência desses países no contexto mundial. Entretanto, atualmente, convém questionar se de fato o maior interesse dos atletas é defender sua nação. É visível que tem crescido cada vez mais o movimento de individualização no esporte. O foco tem se voltado para a imagem do atleta e nem sempre para o país ao qual ele representa.


Presenciamos o surgimento de atletas globais, não apenas pelo fato de serem conhecidos em todo o mundo, como também por terem a possibilidade de representarem outras nações. A identidade desses atletas está cada vez mais desvencilhada do país ao qual eles pertencem. Pode-se questionar até mesmo se eles pertencem á alguma nação. Julio César Palmiéri (2009), pesquisador do Departamento de Sociologia da UFSCar, analisa, em sua tese de mestrado, como o jogador de futebol deixou de ser praticante do esporte para se transformar em mercadoria.


O autor destaca que com o desenvolvimento do capitalismo e das tecnologias da comunicação, "o futebol passou a ser um esporte globalizado e que atende ás leis do mercado. Transformou-se em espetáculo para o público". A partir de então, torna-se necessário que os atletas sejam cativantes e não apenas competentes. Em conseqüência disso, destaca ainda o autor, "o atleta passou a ser valorizado não apenas por suas características atléticas e técnicas, mas também por sua capacidade de cativar os patrocinadores, gerando uma identificação com o nome, a marca da equipe".
O craque brasileiro de futebol, Neymar, que defende o Barcelona desde junho deste ano, é um exemplo de atleta que carrega uma imagem que agrega valores simbólicos mundialmente reconhecidos. Esse atleta é reconhecido não apenas por sua competência em campo, mas pela própria imagem midiática que a ele é agregada. Neste contexto, torna-se cada vez mais importante a figura dos assessores de comunicação que orientam esses atletas para que eles possam manter uma imagem aceitável perante o público. Para isso, é preciso que seja forjada uma aparente coerência identitária em relação a esses fenômenos de visibilidade midiática.


O sociólogo Erving Goffmam (2011), compara a vivência em sociedade como um grande teatro, assim, em nossas interações diárias, nós desempenhamos papeis sociais, somos todos atores. Essas interações são permeadas por enquadramentos primários que fornecem interpretações práticas para o mundo que nos cerca. Somos levados a atuar de maneira coerente com a imagem que queremos manter perante o outro.
Ou seja, procuramos garantir a manutenção da fachada, termo utilizado pelo autor para denominar a parte de nossas vidas que fazemos questão de tornar visível. É justamente essa fachada que os atletas têm de preservar para que o nome deles continue tendo valor de mercado. Hoje, a identidade dos atletas está mais interligada ao valor de mercado que eles agregam do que a um país ou equipe, em específico. Neste contexto, o marketing pessoal dos atletas torna-se o maior foco das atenções.




Crédito da foto: http://sportcemporcento.blogspot.com.br/



Referências bibliográficas e sugestões para aprofundamento



DAMATTA, Roberto. Esporte na sociedade: um ensaio sobre o Futebol Brasileiro. In: DAMATTTA, Roberto (Org). Universo do futebol: esporte e sociedade brasileira. Rio de Janeiro: Edições Pinakotheke, 1982.


PALMIÉRI. Júlio César Jatobá. Quanto vale um talento? Uma análise antropológica sobre a valorização e circulação dos jogadores de futebol profissional no mercado esportivo, São Carlos, 2009. Tese disponível em: http://www.ludopedio.com.br/rc/upload/files/175924_Palmieri%20(M)%20-%20Quanto%20vale%20um%20talento.pdf Acesso em: 22/10/2013


GOFFMAN, Erving. A Representação do Eu na Vida Cotidiana - Petrópolis, Vozes: 2011.


MARGARET, Macneill. Estudos de mídia do esporte e a (re)produção de identidades. In: Rev. Bras. Cienc. Esporte, Campinas, v. 28, n. 1, p. 9-38, set. 2006. Disponível em: http://scholar.google.com.br/scholar?hl=pt-PT&q=de+m%C3%ADdia+do+esporte+e+a+%28re%29produ%C3%A7%C3%A3o+de+identidades&btnG=&lr= Acesso em: 22/10/2013

 


COMENTE ESSA NOVIDADE
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
A Gestão do Esporte na Fábrica de Atletas
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
O caminho até os Jogos Olímpicos: considerações sobre legados esportivos
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
Aspectos do Comportamento Motor: por que o gestor deve estar atento a isto?
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
A questão estrutural que envolve a relação entre as entidades esportivas
GALERIA

Conheça os Profissionais GestãoEsporte.com

PUBLICAÇÕES
publicado em 29 de junho de 2014
Vol. 4, No 1 (2014) Revista Intercontinental de Gestão Desportiva<< Leia mais >>
publicado em 21 de maio de 2014
Vol. 4 (2014) Suplemento 1: I Congresso Internacional de Responsabilidad Social y Corporativa y Gestión Deportiva<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 2: XIV Congresso APOGESD - Da Liderança à Inovação: O Papel do Gestor Desportivo<< Leia mais >>
publicado em 23 de janeiro de 2014
Vol. 3 (2013) Suplemento 1: V Cong. Brasileiro sobre Gestão do Esporte - Gestão do Esporte no Brasil: Vicissitudes, Limites e Formação<< Leia mais >>
Gestão Esporte :: O seu ambiente virtual para discussões esportivas :: Juiz de Fora - MG

(32) 9801-0111

(32) 8707-6229